sexta-feira, 29 de outubro de 2010

LÁGRIMAS...

 

 

Cada gota de lágrima conta uma história...
Seja ela qual for!
Diga quem nunca chorou?
Seja sozinho ou em multidão...
De felicidade ou de dor...
Na chegada... Na partida...
Lágrimas...
Elas são inevitáveis... Um dia você ira chorar...
Seja aquele coração considerado duro... Esse chora em silencio e até escondidinho...
Uns tem suas lágrimas justificadas...
Uns falam das lágrimas dos outros...
Dizem que choram por nada!
Mas na realidade cada um sabe a causa de suas lágrimas.
E as lágrimas não são privilegio do ser humano... É sim do ser vivo!
Deus nos deu os olhos não somente para ver... Mas para expressar seja qualquer tipo de emoção...
Lágrimas são carregadas no coração, destiladas na alma e brota nos olhos...
Lágrimas de amor... Mágoas, arrependimento, solidão, raiva, desespero...
De alegria... Reencontro! Amizade!
Uns dizem minhas lágrimas salgadas de dor e saudade...
Lágrimas também de amor adocicadas... Regadas ao mel!
Lágrimas de mãe implorando ao céu...
Cada choro conta uma história!
Lágrimas na Bíblia citada...
A Bíblia nos mostra muitas passagens com Cristo em lágrimas, pelo povo, pela cidade, pelos homens, pela vida: (Hebreus 5:7; Mateus 23:37; Lucas 7:11-15), também pela morte (João 11:21; 33 e 35)
E... Jesus chorou também por Ele mesmo. E Seu choro foi diferente das outras vezes, foi tão intenso que seu suor se transformou em gotas de sangue devido ao grande sofrimento (Lucas 22:44)
E nós simples mortais já choramos aos pés de Jesus para implorar, agradecer ou nosso amor demonstrar...
Triste é ver uma criança de fome chorar...
Um ancião chorar por ter sido abandonado...
Uma mãe no leito da morte do filho amado!
Uns choram em liberdade... Outros choram em prisões!
Choro de erros que não podem ser corrigidos, pois o minuto passado não tem como ser recuperado...
Choro por não ter tentado!
Choro egoísta...
Senhor meu Deus... Muitos choram pela dor do teu irmão!
Cada gota de lágrima escreve uma história...
Qual é a sua?
Qual é a minha?
Creio que nunca choramos em vão... Jesus vê nossos corações!
Eis o consolador das lágrimas de dor...
"Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados". (Mateus 5:4).
E se for de felicidade nunca se esqueça de agradecer...
E nunca se esqueça a linda mensagem psicografada por Chico Xavier: TUDO PASSA - “Diante das dificuldades, não se entregue ao desespero. Tudo passa! Tudo passa... Exceto Deus. Deus é o suficiente! ”

KHASSANDRA GREEN
Publicado no Recanto das Letras em 29/10/2010
Código do texto: T2585713

segunda-feira, 18 de outubro de 2010


Só quem perdeu um grande amor sabe o tamanho e a intensidade da dor...” 


Minha vida sem minha vida


Como posso dizer que tenho vida?
Não... Não posso... Pois minha vida era você...
Depois que você se foi minha vida esta se arrastando no lamaçal do umbral...
Engraçado essa afirmativa, pois quem morreu foste tu... Mas é assim que minha alma ainda em vida se sente... Acorrentada e se arrastando no lamaçal do umbral...
Pecadora? Não... Arrasto de saudades... Da falta que tu me fazes...
Grito em desespero por ter de volta instantes de o teu protetor olhar...
Quero-o te volta e não tenho poder algum.
É assim minha vida sem minha vida... Pois minha vida era você!
Um coração triste... Uma alma inquieta!
Um olhar que busca nas sombras do desespero e da angustia o teu olhar...
Mãos sangrando de tanto esforçar em sair das lamas encravadas de espinhos... Mãos que te acarinhava, te mimava e caminhava forte ao teu lado...
Meus lábios estão ressecados, minha garganta ferida e seca de tanto chamá-lo...
Minha sem você... É o mesmo de estar morta! Pois não existe vida sem você!
Não... Não... Não preciso desencarnar para estar no umbral... Já o sinto aqui na terra cada segundo longe de ti... As chagas estão a descarnar, chagas de dor profunda que dilacera minha alma...
Quanto mais passa o tempo... Mas adentro desse suplicio entro... Mas me afogo e me debato nesse umbral!
Nada é bonito mais... Nada me traz alegria... Tudo se transformou em sombras...
Lembra como éramos felizes... Tudo era alegria! Uma flor, um inseto, um cantar de pássaro... Todos os dias eram felizes!
E tudo foi enterrado junto a ti... Hoje não consigo nem sorrir.
As flores murcharam todas e os pássaros já não cantam mais para mim... Pois perdi o encanto da vida... Porque minha vida era você!
Carrego nas costas um peso insuportável a dor da tua ausência... A saudade... Antes eu era forte vencia as batalhas corriqueiras do dia a dia... Hoje sou frágil desisto de ver o sol nascer... Desisto de vê-lo se por!
As estrelas e a lua para mim não tem mais valor!
Religião? Eu não sigo mais... Trago na boca o gosto amargo da lama do umbral no lugar dos beijos de puro amor que trocávamos.
Antes fazíamos planos e sonhávamos... Hoje meus sonhos e perspectivas foram destruídos pelo ácido da revolta.
Tudo porque te amei... Eu te amo muito ainda... Eras a vida que dava vida ao meu coração...
Nunca se esqueça a minha vida era você... Hoje me vejo assim minha vida sem minha vida...

KHASSANDRA GREEN
Publicado no Recanto das Letras em 18/10/2010
Código do Texto: T2563868